domingo, 9 de março de 2014

Lista sobre evolução biológica

1) (UFPB) O documentário fóssil, a anatomia comparada e a semelhança entre as proteínas de diferentes seres vivos constituem fortes evidências a favor da(o)

a) teoria de Lamark.
b) teoria evolucionista.
c) fixismo.
d) darwinismo.
e) seleção natural.

2) Assinale a opção que se refere à principal contribuição de Charles Darwin à teoria da evolução.

a) Existe em todos os organismos um impulso interior para a perfeição.
b) A vida é gerada contínua e espontaneamente de forma muito simples.
c) Todos os organismos têm capacidade de adaptar-se ao ambiente.
d) Os caracteres adquiridos transformam-se em hereditários.
e) A seleção natural atua como uma das principais forças envolvidas nas mudanças evolutivas.


3) Considere as duas afirmativas a seguir:

I. O rato-do-deserto vive no deserto porque seu organismo está fisiologicamente adaptado para grande economia de água.
II. O rato-do-deserto tem seu organismo fisiologicamente adaptado para grande economia de água porque vive no deserto.

Assinale a afirmativa que Lamarck defenderia, e o argumento que utilizaria:

a) I, baseado nas variações favoráveis que a espécie apresenta em relação ao seu tipo de habitat.
b) II, baseado na necessidade de adaptação a uma característica do habitat.
c) I, baseado na seleção natural representada pelas condições do meio.
d) II, baseado na observação de que os indivíduos que mais se reproduzem naquele habitat são os mais aptos a sobreviver nele.
e) tanto I, quanto II, levando em consideração a seleção natural e a herança de caracteres adquiridos.

4) Os fósseis são o testemunho concreto da transformação das espécies no tempo. Algumas espécies desapareceram e outras, suas descendentes, se desenvolveram em tempos subseqüentes. Este fenômeno é chamado evolução. Acerca do tema, assinale o que for correto.

01) As idéias fixistas começaram a ser questionadas no século XVIII, depois dos avanços da geologia. Nesse século, na Inglaterra, o desenvolvimento industrial havia estimulado a pesquisa e a extração de minérios. Com a construção de canais, estradas e minas, inúmeros achados fósseis foram escavados.
02) A maneira de conceber as espécies, fixas e imutáveis, foi definida como fixismo por Stanley Miller. Como os fixistas se referem com freqüência à tradição da Bíblia, ao fixismo associa-se o criacionismo.
04) Os biólogos costumam organizar as relações de parentesco entre espécies mais ou menos estreitas em um esquema ramificado chamado árvore genealógica. Os organismos atualmente vivos encontram-se na parte superior dos ramos de árvore, todos no mesmo nível. Os ramos que terminam mais abaixo representam espécies extintas que não deixaram descendentes.
08) Charles Darwin, estimulado pela coleta e estudo dos seres vivos e fósseis que realizara durante uma viagem ao redor do mundo, publicou o livro A origem das espécies, no qual expôs a sua teoria da evolução. Em poucas palavras ela afirma que "as espécies atuais descendem de outras que viveram no passado e com as quais estão aparentados por ancestrais comuns."
16) Um exemplo impressionante de fóssil é o do Archaeopteryx, uma ave muito primitiva. Esse animal, já extinto, tinha asas e penas como as aves atuais, mas também possuía um rabo como o de um lagarto, porém recoberto de penas e um bico com dentes de um réptil. Ele comprovou a ligação entre os répteis e as aves.

5) As semelhanças encontradas entre dois animais aquáticos como o golfinho e o tubarão indicam evolução

a) convergente, pois esses animais são filogeneticamente distantes e apresentam adaptações semelhantes.
b) divergente, pois esses animais apresentam homologias indicadoras de parentesco.
c) convergente, pois esses animais apresentam homologias indicadoras de parentesco.
d) divergente, pois esses animais apresentam analogias indicadoras de parentesco.
e) convergente, pois esses animais são filogeneticamente próximos e apresentam adaptações semelhantes.
f) divergente, pois esses animais são filogeneticamente próximos e apresentam adaptações semelhantes

6) (UFPB) Observe a figura ao lado, que representa o processo de evolução de um grupo de pássaros. Cada retângulo com linha contínua representa uma área geográfica e cada retângulo tracejado representa uma espécie (identificada na figura pelas letras A, B, C, D, E, F ou G). A figura é inspirada na hipótese de relações filogenéticas de um grupo de aves do arquipélago de Galápagos, documentada por Charles Darwin.


Considerando a figura e as informações apresentadas, identifique com V a(s) proposição(ões) verdadeira(s) e com F, a(s) falsa(s).
(   ) O processo de separação geográfica das espécies B e C, a partir da espécie A, é denominado cladogênese.
(   ) As mudanças observadas na forma dos indivíduos das espécies B (entre T2 e T3), C (entre T2 e T5) e
D (entre T4 e T5) são o resultado de um processo denominado anagênese.
(   ) O processo de especiação sofrido pelas espécies B e C é denominado especiação simpátrica.
(   ) A espécie A é denominada ancestral comum das espécies D, F, G e C.
(   ) O processo de especiação que deu origem às espécies F e G é denominado especiação alopátrica.
A seqüência correta é:

a) VVFVF                                 d) FVVVF
b) FFVVF                                 e) VVFVV
c) VFVFV                                 f) FVVFF

7) (UFPB) Com base nos conhecimentos atuais da teoria da evolução, é correto afirmar-se que

a) ao longo das gerações, o uso de determinadas partes de um organismo provoca o seu desenvolvimento, e o desuso faz com que estas se atrofiem.
b) características adquiridas por um organismo, durante a sua existência, são transmitidas aos seus descendentes.
c) o único fator que aumenta a variabilidade genética dos indivíduos é a mutação.
d) o isolamento geográfico de populações é um dos mecanismos mais freqüentes na formação de novas espécies.
e) a seleção natural tende a aumentar a variabilidade genética das populações, favorecendo o aparecimento de novas características.

8) Sobre o conceito de especiação, é correto afirmar que:

(01) As espécies de tentilhões descobertos por Darwin nas Ilhas Galápagos surgiram por especiação  simpátrica.
(02) A especiação alopátrica envolve isolamento geográfico, diversificação gênica e isolamento reprodutivo.
(04) Todos os indivíduos pertencentes à mesma espécie compartilham de um patrimônio gênico característico e por  isso possuem um conjunto básico de características morfológicas e funcionais.
(08) A especiação alopátrica ocorre quando uma população torna-se geograficamente separada do restante da espécie e subseqüentemente evolui por seleção natural ou deriva gênica.
(16) A especiação pode ocorrer após um longo período de separação geográfica de duas populações da mesma espécie.

9) A figura ilustra uma técnica em que se analisa a seqüência de nucleotídeos em uma molécula de DNA, extraída de leucócitos de uma paciente portadora do gene BRCA1.



Com base na análise do teste laboratorial, nos seus resultados e possíveis aplicações, pode-se afirmar:

01.   Trata-se de um teste genético capaz de detectar eventos mutacionais.
02.   A singular complementaridade de bases do DNA permite a identificação de mensagens genéticas, antes de sua expressão.
04.   A alteração genética detectada no gene BRCA1 caracteriza-se como uma deleção.
08.   A proteína codificada pelo gene alterado apresenta, em sua estrutura, a substituição de um único aminoácido.
16.   O teste especifica um processo para obtenção de um medicamento quimioterápico eficiente para a cura de câncer de mama.

10) Considere um segmento de DNA com seqüência de bases indicadas a seguir:

TTA TCG GGA CCG ATC ATC GTA

A alteração mais drástica que esta molécula pode sofrer é a:

a) supressão da segunda base nitrogenada.
b) substituição das três primeiras bases nitrogenadas por outras.
c) supressão das três primeiras bases nitrogenadas.
d) inclusão de mais três bases nitrogenadas no final da molécula.
e) substituição da quarta base nitrogenada por outra.

11) A Síndrome de Down, uma aneuploidia autossômica, caracteriza-se pela trissomia do cromossomo 21 e decorre do(a)

a) erro de disjunção do cromossomo 21 durante a formação dos gametas.
b) fecundação de um gameta feminino diploide por um gameta masculino haploide.
c) senilidade dos ovócitos em mulheres com idade a partir dos 35 anos.
d) fato de as células autossômicas dos portadores terem 46 cromossomos.

12) Num dado organismo, foram encontradas células somáticas normais com seis cromossomos (I) e células aberrantes (II e III) cujos cariótipos estão esquematizados a seguir.

As aberrações cromossômicas dos cariótipos II e III são, respectivamente, do tipo

a) monossomia e trissomia.
b) nulissomia e poliploidia.
c) monossomia e poliploidia.
d) nulissomia e monossomia.
e) nulissomia e trissomia.


Considere as informações abaixo e responda as duas próximas questões:

GENÓTIPO
NÚMERO DE INDIVÍDUOS
CARACTERÍSTICA
AA
8000
NORMAL
Aa
10000
NORMAL
aa
2000
ALBINO

13) A frequência do gene A nesta população é de:
a) 75%
b) 90%
c) 50%
d) 35%
e) 65%

14) A frequência de indivíduos albinos nessa população é de:
a) 0,1%
b) 20%
c) 10%
d) 0,2%
e) 0,01%

15) (UEPA) De Thomas Malthus, estudioso da demografia, Darwin adotou uma ideia crucial: nem todos os indivíduos que nascem conseguem sobreviver e reproduzir, em função das limitações de alimento e espaço. Malthus preocupava-se com as sociedades humanas, mas Darwin estendeu o conceito para todas, as espécies.
(Adaptado de Revista National Geographic Brasil, novembro/2004, David Quammen)

O trecho em destaque relaciona uma série de processos ecológicos presentes nos mecanismos de sobrevivência e reprodução dos seres vivos, num determinado ambiente. Nesse sentido:

I. A superabundância de filhotes numa população dá origem à competição intraespecífica.
II. A competição tem uma função importante na regulação populacional.
III. As populações tendem a crescer num determinado potencial, influenciadas por forças ambientais, bióticas e abióticas.
IV. As espécies possuem etapas de desenvolvimento reguladas por taxas de natalidade e mortalidade, sujeitas a alterações de fatores ambientais.

De acordo com as afirmativas acima, a alternativa correta é:

a) III.
b) I e II.
c) I e IV.
d) II, III e IV.
e) I, II, III e IV.

16) (UEM) Identifique o que for correto sobre a evolução biológica das espécies.

I   II
0  0 – As mutações não ocorrem para adaptar o indivíduo ao ambiente, elas podem ocorrer por acaso e serem mantidas ou eliminadas.
1 1 – No mimetismo, uma ou mais características corporais se assemelham ao ambiente, dificultando a localização do organismo pelas demais espécies com as quais convive.
2  2 – Estruturas análogas são aquelas que derivam de estruturas presentes em um mesmo grupo ancestral comum, refletindo, portanto, parentesco evolutivo.
3  3 – A ação da seleção natural aumenta a variabilidade genética de uma população.
4 4 – Estruturas que desempenham função similar, mas têm origem embrionária e estrutura anatômica diferentes são produzidas por um processo de divergência adaptativa.

17) (UECE) Asas de aves e asas de insetos possuem origem embrionária diferentes e exercem a mesma função. Portanto, são consideradas órgãos:
a) Vestigiais.
b) Análogos.
c) Homólogos.
d) Miméticos.


18) (UEPA) “O sequenciamento do genoma do camundongo revelou cerca de 30 mil genes, 99% dos quais possuíam equivalentes diretos em seres humanos.”
(Revista National Geographic, novembro/2004, por David Quammen)

As semelhanças entre os genes humanos e os do camundongo revelam:

a) Outro tipo de evidência de um processo evolutivo, as homologias, como aquela entre mãos e patas com cinco dedos.
b) Mecanismos de evolução convergente, influenciados por pressões do ambiente.
c) Inúmeros cruzamentos entre camundongos e humanos, promovendo a recombinação gênica.
d) Evidências que não caracterizam ancestralidade comum entre os vertebrados citados.
e) Populações de camundongos que surgiram de populações humanas.

19) (FGV) A RESPEITO DA TENDÊNCIA DAS ESPÉCIES EM FORMAR VARIEDADES EDA PERPETUAÇÃO DAS VARIEDADES E ESPÉCIES POR MEIOS NATURAIS DE SELEÇÃO.

Assim começava a leitura dos trabalhos de Charles Darwin e Alfred Russel Wallace, há 150 anos, na noite de 1o de julho de 1858, em uma reunião da Sociedade Lineana, em Londres.

Desde então, muito se pesquisou sobre os mecanismos evolutivos e estabeleceu-se que a sequência de eventos que explica a mudança evolutiva da população é:

a) Alteração do fenótipo  mutação  alteração do genótipo  seleção.
b) Mutação  variabilidade de genótipos  variabilidade de fenótipos  seleção.
c) Seleção  alteração do fenótipo  produção de novos alelos  mutação.
d) Variabilidade de fenótipos  variabilidade de genótipos  mutação  seleção.
e) Variabilidade de fenótipos  produção de novos alelos   seleção  mutação.

20) (UFTM) Algumas espécies de aves, como os patos, apresentam os pés palmados, nos quais os dedos estão interligados por uma membrana, o que lhes facilita a locomoção na água. De acordo com a teoria da evolução de Darwin, nas populações ancestrais desses animais, alguns indivíduos:

a) Foram condicionados a desenvolver essas estruturas para sobreviver, e foram favorecidos pela seleção natural.
b) Foram estimulados a sofrer mutações que resultassem na formação de membranas, estas lhes favoreceram no ambiente aquático, com isso permitindo a propagação dessa característica.
c) Nasceram com primórdios de membranas interdigitais, as quais lhes favoreceram no ambiente aquático, e nas gerações seguintes, conseguiram sobreviver sob pressão seletiva.
d) Sobreviveram graças à ocorrência de mutações direcionadas pelo esforço repetitivo na água.
e) Tiveram a sorte de desenvolver membranas interdigitais, devido à ocorrência de mutações induzidas pelo meio aquático.

21) (UFV) Considere as afirmativas abaixo, que apresentam conceitos relacionados ao processo evolutivo.

1. Denomina-se “seleção estabilizadora” o processo de seleção natural que reforça a tendência de favorecer a média dos indivíduos bem adaptados às condições ambientais, selecionando negativamente indivíduos que apresentam características extremas.
2. Quando uma população consegue se ajustar às mudanças ambientais ao longo de sucessivas gerações, transformando alguma característica do conjunto de indivíduos da população, considera-se que houve “adaptação evolutiva”.
3. Fala-se em “seleção direcional” quando ocorrem mudanças ambientais e um fenótipo antes desfavorável ou indiferente passa a ser favorecido, como pode ocorrer na seleção de linhagens de insetos resistentes a determinados inseticidas.
4. “Seleção disruptiva” é aquela que favorece os indivíduos portadores de características extremas, em relação a uma curva normal, enquanto os indivíduos médios levam desvantagem, o que conduz à diversificação da população.

Está correto o que se afirma em:

a) 1, 2, 3 e 4.
b) 1 e 4, apenas.
c) 1 e 3, apenas.
d) 2 e 4, apenas.
e) 1, 2 e 4, apenas.

22) (UFPR) O gráfico abaixo apresenta a variação da população de uma espécie de inseto considerada praga numa cultura. As setas indicam a aplicação de agrotóxico contra o inseto, sendo que a espessura da seta indica a quantidade de agrotóxico usada.

Sobre o comportamento da população de insetos e o uso de agrotóxico representados nesse gráfico, assinale a alternativa correta.
a) A primeira aplicação de agrotóxico não levou a uma imediata alteração da densidade de pragas, por isso houve nova aplicação de agrotóxico.
b) A terceira aplicação só teve sucesso na diminuição da praga porque a dose de inseticida foi maior que as duas primeiras.
c) A magnificação trófica no ecossistema está assegurada, pois a praga só será controlada com doses maiores de agrotóxico.
d) As aves que se alimentam de insetos mortos por agrotóxicos sofrem maior efeito do agrotóxico do que o predador dessas aves.
e) Na terceira aplicação, o agricultor resolveu aplicar maior quantidade de inseticida em função da segunda não ter surtido o efeito desejado, pois restaram os insetos resistentes àquela quantidade de inseticida.

23) (CEFET-SP) A filogenia de alguns animais é baseada nas diferenças entre as sequências dos aminoácidos na molécula da proteína citocromo C. O citocromo C é uma proteína presente em todos os seres vivos que fazem respiração aeróbica, sendo constituída por 104 aminoácidos encadeados. O percentual de cada tipo de aminoácido presente nessa proteína varia nas diferentes espécies de organismos e está relacionada com a proximidade evolutiva entre as espécies.

Essa filogenia é coerente com a que foi obtida através do estudo dos fósseis. Pela análise da filogenia são feitas quatro afirmativas.
I. A proteína citocromo C do homem e a do macaco indica que eles são evolutivamente, parentes próximos.
II. O atum é evolutivamente mais parente do homem do que o canguru.
III. O pombo é evolutivamente mais parente do pato do que o porco.
IV. Todos os vertebrados tiveram um ancestral comum.

Em relação às frases, pode-se afirmar que:

a) Apenas I, II e IV são verdadeiras.
b) Apenas I, III e IV são verdadeiras.
c) Apenas II e III são verdadeiras.
d) Apenas III e IV são verdadeiras.
e) I, II, III e IV são verdadeiras.

24) (UNEMAT)

I. O ambiente provoca modificações no fenótipo, que não são transmitidas à descendência e, por isso, participam do processo evolutivo.
II. As consequências de mutações somáticas não são importantes em termos de evolução, já que não são transmitidas aos seus descendentes.
III. A mutação gênica faz surgir genes que não existiam em nossos ancestrais.
IV. Por meio das migrações é estabelecido um fluxo gênico que tende a diminuir as diferenças genéticas entre as populações da mesma espécie.

Analisando as afirmativas acima, assinale a alternativa correta.

a) Somente I, II e III são corretas.
b) Somente I, II e IV são corretas.
c) Somente II, III e IV são corretas.
d) Somente II e III são corretas.
e) Somente II e IV são corretas.

25) (UFPB) O quadro, a seguir, apresenta duas colunas: a primeira contém frases incompletas relativas à Teoria Moderna da Evolução, e a segunda apresenta duas opções de complemento para cada frase. Complete-as corretamente:

1ª Coluna
2ª Coluna
I
Uma importante consequência do fenômeno de mutação é a…
1. limitação da diversidade biológica.
2. criação de novas variantes de seres vivos.
II
A variabilidade genética é gerada pela…
3. mutação gênica e pela recombinação gênica.
4. seleção natural.
III
A força responsável pelo direcionamento do processo evolutivo é a…
5. recombinação gênica.
6. seleção natural.

As frases I, II e III são complementadas, respectivamente, pelas opções identificadas pelos números:

a) 1, 4, 5.
b) 2, 3, 6.
c) 2, 3, 5.
d) 1, 3, 5.
e) 1, 4, 6.

26) (FCC) Em certa população, as frequências dos alelos que determinam os grupos sanguíneos do sistema ABO são as seguintes: i = 0,5; IA = 0,3; IB = 0,2. Para se determinar esses valores, analisaram-se os tipos sanguíneos de uma amostra constituída por 303.000 pessoas. A frequência de indivíduos de sangue AB e de sangue O nessa amostra foram, respectivamente:

a) 0,06 e 0,25.
b) 0,06 e 0,5.
c) 0,12 e 0,25.
d) 0,12 e 0,5.
e) Nenhuma das anteriores.

27) Uma população em equilíbrio é constituída de 500 indivíduos, dos quais 45apresentam um fenótipo determinado por gene recessivo. Com base nesses dados é incorreto afirmar-se que:

a) A frequência de indivíduos com fenótipo dominante é 91%.
b) Os heterozigotos representam 42% da população.
c) O gene dominante é mais frequente que o recessivo.
d) 30% dos gametas produzidos carregam o alelo recessivo.
e) Cerca de 10% da população é homozigota.

28) (UFF) Em 1908 Hardy (matemático inglês) e Weinberg (médico alemão) publicaram o teorema fundamental da genética de populações, conhecido como Equilíbrio de Hardy-Weinberg. Para se aplicar este princípio, a população deve ser de tamanho:
a) Aleatório, visto que não influencia para a aplicação do teorema, já que a probabilidade dos cruzamentos depende de processos migratórios que ocorrem naturalmente nas populações.
b) Pequeno, de modo que possam ocorrer cruzamentos de forma experimental, de acordo com as leis de Mendel, ou seja, os cruzamentos entre indivíduos de diferentes genótipos devem acontecer sempre a partir de alelos heterozigotos.
c) Muito grande, para que possam ocorrer cruzamentos seletivos, de acordo com a teoria evolutiva, ou seja, os efeitos da seleção natural a partir de mutações ao acaso devem ser considerados.
d) Pequeno, de modo que possam ocorrer cruzamentos entre os organismos mutantes, de acordo com as leis das probabilidades, ou seja, novas características devem ser introduzidas de forma controlada na população.
e) Muito grande, de modo que possam ocorrer todos os tipos de cruzamentos possíveis, de acordo com as leis das probabilidades, ou seja, os cruzamentos entre indivíduos de diferentes genótipos devem acontecer completamente ao acaso.

29) (UNIRIO) A característica de ter covinha nas bochechas é determinada por um par de genes, seguindo a primeira lei mendeliana. Imagine que, numa população de 500 indivíduos, 84% das pessoas possuam covinhas (CC e Cc). Admitindo que essa população esteja em equilíbrio de Hardy-Weinberg, determine, respectivamente, qual é a frequência do gene “c” e qual é o número esperado de heterozigotos nessa população.

a) 0,4 e 420 indivíduos.
b) 0,16 e 180 indivíduos.
c) 0,6 e 240 indivíduos.
d) 0,4 e 240 indivíduos.
e) 0,6 e 180 indivíduos.

30) (UFGD) Considerando as populações, a seguir, que têm os genótipos mostrados no quadro, quais delas encontram-se em equilíbrio Hardy-Weinberg?
Populações
AA
Aa
aa
1
1,0
0,0
0,0
2
0,0
1,0
0,25
3
0,0
0,0
1,0
4
0,5
0,25
0,25
5
0,25
0,25
0,5
a) As populações 1, 3, 4 e 5 estão em equilíbrio.
b) As populações 2, 4 e 5 estão em equilíbrio.
c) Apenas as populações 1 e 3 estão em equilíbrio.
d) Apenas as populações 4 e 5 estão em equilíbrio.
e) Nenhuma das populações está em equilíbrio.

Gabarito:
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
B
E
B
VFVVV
A
A
D
FVVVV
VVVFF
A
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
A
A
E
C
E
VFFFV
B
A
B
C
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
A
E
B
C
B
C
E
E
D
E


Nenhum comentário:

Postar um comentário