terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Lista sobre sistema cardiovascular



1) (Cesgranrio) Ao observarmos a circulação humana, quando comparamos artérias e veias, podemos afirmar que:

a) veias conduzem sempre sangue carbonado, assim como as artérias sempre possuem sangue oxigenado.
b) veias levam sangue do coração para os tecidos, e as artérias trazem sangue dos tecidos para o coração.
c) artérias e veias apresentam grande número de válvulas que impedem o retorno do sangue ao coração.
d) o grau de elasticidade do tecido muscular liso presente em artérias e veias é o mesmo.
e) a pressão do sangue nas veias é mais baixa que nas artérias.

2) (Fuvest) Em uma pessoa jovem e com boa saúde, quando ocorre a sístole (contração) dos ventrículos, as grandes artérias (1) e a pressão sangüínea em seu interior atinge, em média, cerca de (2). Qual das alternativas a seguir contém os termos que substituem corretamente os números 1 e 2 entre parênteses?

a) contraem-se; 120 mmHg
b) contraem-se; 80 mmHg
c) relaxam-se; 120 mmHg
d) relaxam-se; 80 mmHg
e) não se alteram; 120 mmHg

3) As afirmações a seguir se referem à circulação do sangue no nosso organismo. Está correto afirmar que:

a) "veias" são vasos que levam o sangue para fora do coração;
b) o sangue sai do coração através das aurículas;
c) para voltar a um certo ponto o sangue passa duas vezes pelo coração;
d) "artérias" são vasos que levam o sangue para o coração;
e) as válvulas fornecem o retorno do sangue às aurículas.

4) (Ufpe) Com relação à circulação humana, analise as afirmativas a seguir e assinale a opção correta:

I) O sangue venoso, que contém o dióxido de carbono excretado pelas diversas células do organismo, passa pelo coração e, circulando por veias, vai até os pulmões.
II) Substâncias não utilizadas pelas células e que podem prejudicar o organismo quando acumuladas, passam para o sangue e são eliminadas pelos rins e pulmões.
III) A nível dos alvéolos pulmonares, o dióxido de carbono é liberado e o oxigênio absorvido pelo sangue. O sangue arterial volta ao coração circulando por veias e daí é bombeado para todo o corpo via artérias.

a) Todas estão corretas.
b) Apenas a I está correta.
c) Apenas a I é falsa.
d) Estão corretas a I e II.
e) Todas são falsas.

5) (Ufsc) Segundo o ministério da Saúde, o coração é a primeira causa de morte no País, logo em seguida está a violência (homicídio, suicídio, acidente de trânsito) e o câncer.

Com relação ao sistema cardiovascular assinale a(s) proposição(ões) verdadeira(s).

01. Os principais vasos responsáveis pela irrigação do músculo cardíaco são as artérias coronárias ligadas à aorta.
02. O infarto do miocárdio ocorre quando uma parte da musculatura cardíaca, por ficar sem irrigação, faz o músculo entrar em falência.
04. A hipertensão, o diabetes, o fumo e a obesidade são fatores de risco para doenças cardiovasculares.
08. Alimentação adequada, bem como, atividade física e "check-up" regulares diminuem o risco do infarto.
16. A contração do músculo cardíaco é denominado sístole e o período de relaxamento, diástole.
32. Nas pessoas hipertensas o coração trabalha mais, já que precisa impulsionar o sangue através de "vasos endurecidos" e, por isso, mais resistentes.

6) (Fuvest) O gráfico abaixo mostra a variação na pressão sanguínea e na velocidade do sangue em diferentes vasos do sistema circulatório humano.

Qual das alternativas correlaciona corretamente as regiões I, II e III do gráfico com o tipo de vaso sanguíneo?


I
II
III
a)
artéria
capilar
veia
b)
artéria
veia
capilar
c)
artéria
veia
artéria
d)
veia
capilar
artéria
e)
veia
artéria
capilar

7) (UEL) Assinale a alternativa correta. Na pequena circulação ou circulação pulmonar dos mamíferos, o sangue oxigenado flui:

a) Do ventrículo esquerdo do coração para os pulmões através das artérias pulmonares.
b) Do ventrículo direito do coração para os pulmões através das artérias pulmonares.
c) Dos pulmões ao átrio direito do coração através das veias pulmonares.
d) Dos pulmões ao átrio esquerdo do coração através das veias pulmonares.
e) Dos pulmões ao ventrículo direito do coração através das artérias brônquicas.

8) (UFV) Observe o esquema geral do sistema circulatório humano.



  
Assinale a alternativa CORRETA:

a)    IV representa as veias cavas.
b)    II representa a artéria pulmonar.
c)     I transporta o sangue arterial.
d)    III transporta o sangue venoso.
e)    I representa a aorta.

9) Sobre o sistema cardiovascular humano é incorreto:

a) O movimento de contração das câmaras cardíacas é chamado diástole e o de relaxamento é denominado sístole.
b) A artéria pulmonar recebe sangue venoso do ventrículo direito e o encaminha para os pulmões.
c) O diâmetro das artérias e arteríolas é um fator fundamental na manutenção da pressão arterial.
d) As veias carregam sangue sob baixa pressão e para impedir o refluxo possuem válvulas.
e) Nos capilares normalmente ocorrem trocas de substâncias entre o sangue e os tecidos.

10) (Puccamp) Considere também as seguintes estruturas:

1 - contração das aurículas
2 - contração dos ventrículos
3 - diminuição da frequência cardíaca
4 - aceleração da frequência cardíaca

a- feixe de Hiss
b- nódulo sino-atrial
c- terminações nervosas que liberam adrenalina
d- terminações nervosas que liberam acetilcolina

Assinale a alternativa que associa cada evento com a estrutura por ele responsável.
a) 1a; 2c; 3b; 4d
b) 1a; 2c; 3d; 4b
c) 1b; 2a; 3d; 4c
d) 1b; 2d; 3c; 4a
e) 1c; 2d; 3a; 4b

11. (UNICAMP) A pressão parcial do gás O2 (pO2) e a do gás CO2 (pCO2) foram medidas em duas amostras (I e II) de sangue colhidas simultaneamente de um homem normal. A amostra I teve pO2 = 104 mm Hg e pCO2 = 40 mm Hg, enquanto a amostra II teve pO2 = 40 mm Hg e pCO2 = 45 mm Hg. Em relação ao caso em análise, é correto afirmar que:

a) A amostra I corresponde a sangue arterial, que pode ter sido obtido de artéria pulmonar, que cede O2 para as células corporais com baixa concentração desse gás.
b) A amostra II corresponde a sangue venoso, que pode ter sido obtido de veias pulmonares, que levam sangue do pulmão ao coração.
c) A amostra II pode ter sido obtida de uma artéria pulmonar, que leva sangue do coração ao pulmão, onde a pO2 do ar é menor que a do sangue que chega a esse órgão.
d) A amostra I pode ter sido obtida de veias pulmonares, que chegam ao coração trazendo sangue oxigenado, que será usado para irrigar o próprio coração e outros órgãos.


12. (MACK) A respeito do desenho acima, que representa o coração de um mamífero, é incorreto afirmar que:


a) 3 é artéria pulmonar que leva o sangue do coração para o pulmão.
b) 1 é a veia cava inferior que traz o sangue do corpo para o coração.
c) 2 é artéria cava superior que leva o sangue do coração para o corpo.
d) 4 é artéria aorta que leva o sangue do coração para o corpo.
e) 5 são veias pulmonares que trazem o sangue dos pulmões para o coração.
esquerda.

13.  (COVEST) Na curva abaixo, ilustra-se o comportamento da pressão sanguínea nos diferentes vasos do corpo humano. Analise o gráfico e as proposições a seguir.

I   II
0   0 – Na aorta (A), a pressão média é elevada por conta do alto volume sanguíneo e pelo fato de as camadas muscular e conjuntiva serem mais espessas.
1   1 – Um indivíduo adulto sadio apresenta nas artérias (B) uma pressão em torno de 120 mmHg (milímetros de mercúrio) durante a sístole ventricular. Durante a diástole, a pressão diminui para 80 mmHg.
2   2 – Nos capilares (D), apesar de seu pequeno calibre, a pressão sanguínea é baixa, pois as arteríolas (C) apresentam grande resistência ao fluxo; além disso, nos capilares, parte do líquido atravessa a parede e banha as células próximas.
3   3 – A pressão sanguínea nas veias (E) é baixa porque estas têm uma camada muscular mais espessa que as artérias.
4  4 – O retorno do sangue ao coração se deve à compressão das veias pela contração dos músculos esqueléticos, uma vez que a pressão sanguínea nestes vasos (E) é muito baixa.


14. (Enem) A imagem representa uma ilustração retirada do livro De Motu Cordis, de autoria do médico inglês William Harvey, que fez importantes contribuições para o entendimento do processo de circulação do sangue no corpo humano. No experimento ilustrado, Harvey, após aplicar um torniquete (A) no braço de um voluntário e esperar alguns vasos incharem, pressionava-os em um ponto (H). Mantendo o ponto pressionado, deslocava o conteúdo de sangue em direção ao cotovelo, percebendo que um trecho do vaso sanguíneo permanecia vazio após esse processo (H-O). 
Disponível em: www.answers.com. Acesso: 18 dez. 2012 (adaptado)

A demonstração de Harvey permite estabelecer a relação entre circulação sanguínea e 

A) pressão arterial
B) válvulas venosas
C) circulação linfática
D) contração cardíaca
E) transporte de gases

GABARITO: 1E, 2C, 3C, 4C, 5VVVVVV, 6A, 7D, 8A, 9A, 10C, 11D, 12C, 13VVVFV, 14B.

Problemas cardiovasculares

No mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde, distúrbios cardiovasculares  são as principais causas de morte. Abaixo estão relacionados vídeos curtos e didáticos sobre os problemas cardiovasculares mais comuns. Vale a pena dedicar alguns minutos para assisti-los.




















Veja o ranking das dez principais causas de mortes no mundo em http://hypescience.com/as-10-doencas-que-mais-matam-no-mundo/

Lista sobre sistema respiratório

1) (Fuvest) Jogadores de futebol que vivem em altitudes próximas à do nível do mar sofrem adaptações quando jogam em cidades de grande altitude. Algumas adaptações são imediatas, outras só ocorrem após uma permanência de pelos menos 3 semanas. Qual alternativa inclui as reações imediatas e as que podem ocorrer a longo prazo?

a) IMEDIATAS: aumentam a frequência respiratória, os batimentos cardíacos e a pressão arterial.
    LONGO PRAZO: diminui o número de hemácias.
b) IMEDIATAS: diminuem a frequência respiratória e os batimentos cardíacos; aumenta a pressão arterial.
    LONGO PRAZO: aumenta o número de hemácias.
c) IMEDIATAS: aumentam a frequência respiratória e os batimentos cardíacos; diminui a pressão arterial.
    LONGO PRAZO: diminui o número de hemácias.
d) IMEDIATAS: aumentam a frequência respiratória, os batimentos cardíacos e a pressão arterial; diminui a pressão arterial.
    LONGO PRAZO: aumenta o número de hemácias.
e) IMEDIATAS: aumentam a frequência respiratória, os batimentos cardíacos e a pressão arterial.
    LONGO PRAZO: aumenta o número de hemácias.

2) (Unimontes) O uso de moléculas transportadoras de oxigênio é uma conquista importante para os vertebrados. A hemoglobina é uma das moléculas carreadoras de oxigênio dos vertebrados e a sua afinidade pelo oxigênio depende, entre outros fatores, do pH do meio. O gráfico a seguir representa o efeito da afinidade da hemoglobina por oxigênio, em diferentes valores de pH. Analise-o.

Considerando o gráfico acima e o assunto relacionado a ele, analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa INCORRETA.

a) Quando a PO2 aumenta e a concentração de H+ diminui, a hemoglobina liga-se ao O2.
b) A presença de níveis mais baixos de prótons H+ ocorre, principalmente, nos capilares de tecidos em metabolismo ativo.
c) O aumento da concentração ácida no plasma provoca uma queda na afinidade da hemoglobina pelo oxigênio.
d) À medida que a PO2 diminui e a concentração de H+ aumenta, a hemoglobina libera O2.

3) (Unitau) Com relação ao transporte de gases no sangue, é correto afirmar que:

a) a hemoglobina é um pigmento vermelho que transporta oxigênio no sangue.
b) o gás carbônico é transportado no sangue pela mioglobina.
c) o sangue arterial é normalmente rico em CO2 e pobre em O2.
d) a hemoglobina é transportada dissolvida no plasma sanguíneo.
e) a hemoglobina apresenta natureza química lipídica.

4) Sabendo-se que 100mL de plasma podem transportar até 0,3mL de oxigênio em solução, e que 100mL de sangue total transportam até 20mL de oxigênio, podemos afirmar que:

a) as hemácias e seu conteúdo de hemoglobina são responsáveis pelo transporte de oxigênio para as células.
b) a hemoglobina, responsável pela fixação do oxigênio, fica inativa no plasma.
c) os elementos plasmáticos responsáveis pela fixação e transporte do oxigênio invertem a reação passando a transportar CO2.
d) os elementos plasmáticos responsáveis pela fixação e transporte do oxigênio são ativados na presença de hemácia.
e) o ferro, elemento responsável pela fixação de oxigênio, é inativado no processo de separação do plasma.

5) Um dos poluentes mais perigosos para os habitantes das grandes cidades, como a de São Paulo, é o CO (monóxido de carbono). É um gás incolor, inodoro e muito venenoso. Ele tem a propriedade de se combinar com a hemoglobina das hemácias, inutilizando-as para o transporte de O2 pelo corpo.

O bloqueio do transporte de O2 ocorre porque o CO:
a) recobre a superfície da hemoglobina.
b) provoca alterações na estrutura espacial da hemoglobina.
c) destrói as ligações entre os polipeptídeos que formam a hemoglobina.
d) retira o átomo de ferro da molécula de hemoglobina.
e) combina-se com o átomo de ferro da hemoglobina, formando um composto estável.

6) (UFPB) No esquema abaixo, que representa o aparelho respiratório humano, as setas 1, 2, 3 e 4 indicam, respectivamente:


a) faringe, laringe, traquéia, brônquios
b) faringe, traquéia, laringe, brônquios
c) laringe, faringe, brônquios, traquéia
d) traquéia, faringe, laringe, alvéolos
e) laringe, traquéia, faringe, alvéolos

7) (UFRN adaptada) O tabagismo pode causar enfisema, um problema pulmonar crônico que se caracteriza pela destruição da parede dos alvéolos e perda da elasticidade dos pulmões. As referidas alterações podem ocasionar

A) diminuição de CO2 no alvéolo e aumento de oxiemoglobina no sangue.
B) diminuição da hematose, com aumento da freqüência respiratória.
C) aumento da hematose, diminuindo a troca de sangue venoso pelo arterial.
D) hipertensão pulmonar, com sobrecarga do lado esquerdo do coração.
E) nenhuma das respostas acima.

8) O controle do ritmo involuntário da respiração é exercido pelo Centro Respiratório (CR), no bulbo raquidiano, e devido, principalmente, à percepção da concentração de gás carbônico no sangue. Daí, podemos afirmar que:

01 - quando o CR é excitado aumentam a frequência respiratória e a amplitude da respiração.
02 - se a concentração de CO2 no sangue aumenta, e o plasma se torna mais ácido (pH abaixo do normal), o CR é excitado e há aumento do ritmo respiratório.
04 - se aumenta a concentração de CO2 no sangue, e o pH do plasma fica acima do normal (alcalose), ocorre excitação do CR e diminuição da frequência respiratória.
08- a diminuição da concentração de CO2 no sangue conduz à elevação do pH do plasma a valores acima do normal (alcalose) e determina a excitação do CR.
16 - a concentração alta de CO2 no sangue excita o CR.

9) Os esquemas representam processos químicos que ocorrem nas hemácias de uma pessoa, envolvendo hemoglobina (Hb), gás oxigênio e gás carbônico.

Os locais onde ocorrem as situações representadas em I e II são, respectivamente,

a) intestino e músculo.
b) pele e músculo.
c) rim e intestino.
d) rim e pulmão.
e) pulmão e pele.

10) Suponha a seguinte situação: o preparador físico de um time brasileiro de futebol propôs uma nova estratégia para treinamento de seus atletas. Os jogadores realizariam exercícios físicos respirando através de equipamento que simulava condições de baixa pressão atmosférica. Este treinamento deveria preceder, em semanas, as viagens para os jogos que iriam se realizar em cidades de alta altitude, como La Paz, na Bolívia. Segundo o preparador físico da equipe, este treinamento poderia melhorar a condição física do atleta quando dos jogos.

Questionado sobre o porquê desse treinamento, o preparador físico explicou que:

I. Para o ar penetrar no tubo respiratório e chegar aos pulmões, é necessário haver uma diferença entre a pressão atmosférica e a pressão existente na cavidade torácica. Quanto menor a diferença, menor a quantidade de ar que chega aos pulmões.
II. Em cidades de alta altitude, como La Paz, a pressão atmosférica é menor que a pressão existente na cavidade torácica, o que impede a captação de ar pelos pulmões.
III. O treinamento fortaleceria a musculatura intercostal e o diafragma dos atletas, permitindo que pudessem inspirar mesmo sob as condições de baixa pressão atmosférica das cidades onde os jogos se realizariam.
IV. Para que o oxigênio atmosférico chegue aos tecidos do corpo, é necessário que se ligue às proteínas da superfície da membrana das hemácias, o que ocorre nos alvéolos pulmonares.
V. O treinamento estimularia o organismo a aumentar a produção de hemácias. O atleta submetido a esse treinamento, ao chegar a cidades de alta altitude, já teria um aumento na concentração de hemácias, facilitando a captação do pouco oxigênio presente nos alvéolos pulmonares.

São corretas as afirmações

a) I e V, apenas.
b) II e III, apenas.
c) I, III e V, apenas.
d) I, II, III e IV, apenas.
e) I, II, III , IV e V.


1E, 2B, 3A, 4A, 5E, 6A, 7B, 8VVFFV, 9D, 10A

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Introdução à Zoologia

Pessoal,

Conforme o combinado, disponibilizo os slides apresentados na minha aula de introdução aos estudos sobre animais. Conheçam de modo simples e sem floreios os nove filos mais importantes do Reino Animalia (Metazoa): CLICK AQUI.

Durante a aula falei rapidamente sobre um curioso e resistente animal chamado Tardígrado. Se você ficou curioso sobre esse super-bichinho, poder saber mais assistindo ao vídeo

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

TAXONOMIA



Podemos tomar como princípio da classificação biológica a proposta por Aristóteles (384-322 a. C.), na qual os animais não eram apenas agrupados de acordo com o ambiente em que viviam, como aquáticos, voadores e terrestres (classificação comumente usada na Grécia antiga), mas com base em alguns aspectos anatômicos. Entretanto, os alicerces da taxonomia – ciência responsável pela descrição, nomenclatura e agrupamento dos seres – começaram a ser elaborados bem depois, pelo naturalista suíço Conrad Von Gesner (1516-1565), em livro intitulado Historia animalium, de 1551. Fora do meio acadêmico, pouca gente ouviu falar dele porque, quando o assunto é abordado, outro estudioso é invariavelmente lembrado, Carl Von Lineu (1707-1778), que propôs um sistema universal de classificação dos seres vivos em Systema naturae, de 1735.

Lineu era fixista, acreditava que as espécies eram imutáveis, encontravam-se com a mesma forma de quando foram criadas. Esse pensamento obviamente influenciou o seu modo de classificar os seres vivos. A partir do final do século XVIII e início do XIX, o pensamento evolucionista – as espécies se modificam ao longo do tempo – foi retomado por alguns estudiosos, entre o quais se destacaram Erasmus Darwin (1735-1802), Lamarck (1744-1829) e Robert Chambers (1802-1871). Digo retomado porque a idéia de transformação das espécies nos remete a filósofos gregos como Anaximandro (610-547 a.C.) e Empédocles (495-455 a.C.). Todavia, apenas com a consolidação da ancestralidade comum e da descendência com modificação proposta por Darwin (1809-1882), em 1859, é que a taxonomia pôde tomar novos rumos que desembocaram na sistemática filogenética elaborada por Willi Hennig (1913-1976) - principal modelo utilizado pelos biólogos para organizar a biodiversidade.

A sistemática filogenética trouxe uma série de termos novos para a sala de aula. Apomorfia, sinapomorfia, autapomorfia, plesiomorfia, simplesiomorfia, grupos-irmãos, monofilético, polifilético e parafilético são os principais deles. Não preciso dizer que o entendimento desses termos às vezes fica difícil para os alunos, o que torna obrigatória uma leitura complementar. Recomendo uma olhada com calma na dissertação de mestrado "cladogramas e evolução no ensino de biologia", de Márcio Andrei Guimarães e na aula "cladogramas - as árvores de vida", montada por Caio Samuel Fraciscati da Silva. Depois, veja os slides sobre taxonomia apresentados na minha aula.

Fontes:

Ivanissevich, A.; Videira, A. A. P. (Orgs.) Memória Hoje. Vol 1. Rio de Janeiro: Instituto Ciência Hoje, 2008.

Bryson, B. Breve história de quase tudo. São Paulo: Companhia das letras, 2005.

Amabis, J. M.; Martho, G. R. Biologia dos organismos. São Paulo: Moderna, 2009.

Amabis, J. M.; Martho, G. R. Biologia das populações. São Paulo: Moderna, 2009.

Amabis, J. M.; Bitner-Mathé, B. C. Darwin e a teoria da evolução. Ciência Hoje. 261. Vol. 44. Julho de 2009.

Schrago, C. G. Vestígios da criação. Ciência hoje. 261. Vol. 44. Julho de 2009.

Testes sobre taxonomia.

GABARITO:
1) a) Gênero Felis.
b) Possuem o mesmo nome científico, pois formam um grupo isolado reprodutivamente.

2) O grupo grilo-gafanhoto, porque pertencem à mesma ordem, um táxon menor que classe.

3) A
4) E
5) E
6) E
7) E
8) C
9) B
10) B
11) B
12) A
13) VFFVV
14) FFFVV