quinta-feira, 23 de abril de 2015

Lista 1 sobre ecologia

Introdução à biologia; cadeia e teia alimentares; fluxo de energia no ecossistema e pirâmides ecológicas

1. (UEPB) O equilíbrio biológico de uma comunidade depende da proporção existente entre produtores, consumidores e predatores.

Considerando que eles sejam assim representados:

I. Produtores
II. Herbívoros
III. Carnívoros

e que haja relacionamento entre eles, pode-se afirmar que:

a) Se I diminuir, II e III aumentarão.
b) Se II diminuir, I aumentará e III diminuirá.
c) Se I e II aumentarem, III diminuirá.
d) Se III aumentar, I e II diminuirão.
e) Se III aumentar, I e II aumentarão.

2. (ENEM) Os personagens da figura estão representando uma situação hipotética de cadeia alimentar.

Suponha que, em cena anterior à apresentada, o homem tenha se alimentado de frutas e grãos que conseguiu coletar. Na hipótese de, nas próximas cenas, o tigre ser bem-sucedido e, posteriormente, servir de alimento aos abutres, tigre e abutres ocuparão, respectivamente, os níveis tróficos de:

A) produtor e consumidor primário.
B) consumidor primário e consumidor secundário.
C) consumidor secundário e consumidor terciário.
D) consumidor terciário e produtor.
E) consumidor secundário e consumidor primário.

3. (UFPB) O exemplo mostrado no texto abaixo,

“Como as raposas e os lobos estivessem atacando os animais nos galinheiros e nos pastos, empreendeu-se uma campanha de extermínio a esses animais. O que os donos da campanha não sabiam é que esses predadores alimentam-se na grande maioria das vezes de ratos e outros roedores. E a população de roedores, livres de seus predadores, cresceu tanto que, as plantações da região tornaram-se pequenas para saciar-lhes a fome” ilustra o fato de serem os predadores

a) consumidores primários.
b) nocivos, porque destroem espécies úteis.
c) úteis, porque atacam os consumidores primários.
d) nocivos, porque afetam o equilíbrio ecológico.
e) úteis, porque evitam o crescimento populacional excessivo de outras espécies.

4. (UFPB) No manguezal, pode-se encontrar uma cadeia alimentar formada pelos seguintes organismos:


 Dentro desta cadeia, a craca é considerada como:
a) produtor    
b) decompositor    
c) consumidor primário    
d) consumidor secundário     
e) consumidor terciário

5. (UFPE) Os seres vivos não são entidades isoladas. Eles interagem em seu ambiente com outros seres vivos e com componentes físicos e químicos. São afetados pelas condições desse ambiente. Com relação ao ecossistema marinho, assinale a alternativa correta.

a) O Zooplâncton e o Fitoplâncton representam os organismos produtores (autotróficos) nas cadeias alimentares marinhas.
b) Os consumidores secundários e terciários, nos mares, são representados principalmente por peixes.
c) No ambiente marinho, não existem decompositores.
d) As diatomáceas são os principais representantes do Zooplâncton.
e) Todos os seres do Zooplâncton marinho são macroscópicos.

6. (UFPR) Ecossistema é um complexo sistema de relações mútuas, com transferência de energia e de matéria entre o meio abiótico e os seres vivos de uma determinada região. Com relação a esta definição, é correto afirmar que:

01) Um ecossistema compreende apenas os seres vivos de uma determinada região, isto é, os elementos bióticos da região.
02) Os elementos bióticos de um ecossistema podem ser classificados em produtores, consumidores e decompositores.
04) Os elementos produtores são autótrofos, isto é, produzem a matéria orgânica necessária à sua manutenção a partir de substâncias inorgânicas.
08) Os elementos consumidores são heterótrofos, isto é, não produzem matéria orgânica a partir de substâncias inorgânicas, obtendo-a dos organismos que já a possuem.
16) Os elementos decompositores são micro-organismos que decompõem os restos de outros seres, restituindo compostos orgânicos ao meio ambiente.
32) Os animais carnívoros ou herbívoros são decompositores porque, alimentando-se de outros seres, os destroem.

7. (UFRS) O parágrafo a seguir apresenta, destacados e numerados, itens alimentares consumidos por formigas.

As formigas saúva do gênero Atta alimentam-se de um FUNGO (1) cultivado no formigueiro, que tem como substrato orgânico folhas e gravetos, coletados pelas operárias. Outro tipo de formiga, do gênero Pseudomyrmex, alimenta-se do NÉCTAR (2) que certas acácias produzem nas suas folhas, bem como de OVOS E LARVAS (3) de insetos herbívoros que fazem sua postura no tronco da árvore.

Quando se alimentam de 1, 2 e 3, as formigas pertencem, respectivamente, aos níveis tróficos de

a) consumidor primário -consumidor primário -consumidor terciário.
b) consumidor secundário -consumidor secundário -consumidor secundário.
c) decompositor -consumidor secundário -consumidor terciário.
d) consumidor secundário -consumidor primário -consumidor secundário.
e) decompositor -consumidor primário -consumidor secundário.

8. (UCB) Quanto ao esquema abaixo, referente a relações tróficas, julgue os Itens seguir.


0  0 – O animal descrito em E é um consumidor secundário.
1  1 – A é um produtor primário.
2  2 – E está no topo da cadeia alimentar.
3  3 – C é um herbívoro ou um consumidor primário.
4  4 – C é predador de D.

9. (UFPB) De acordo com o Relatório de reunião sobre Pesca de Sardinha-verdadeira nas Regiões Sudeste e Sul (2004), a sardinha-verdadeira (Sardinella brasiliensis), nos estágios pré-adulto e adulto, apresenta flutuações sazonais em sua dieta, sendo considerada uma espécie onívora: no outono e na primavera, alimenta-se de zooplâncton (principalmente os copépodes), representando 72,4% do volume alimentar; no inverno, de fitoplâncton, representando 66% (principalmente algas microscópicas, como os cocolitoforídeos).

De acordo com o texto e os conhecimentos sobre cadeia trófica e fluxo de energia, identifique a(s) afirmativa(s) correta(s):

I. As sardinhas adquirem a mesma quantidade de energia ao longo de todo ano, independente da mudança de dieta.
II. Os copépodes podem ser considerados consumidores primários e, por isso, fornecem às sardinhas menor quantidade de energia que o fitoplâncton.
III. As sardinhas podem ocupar diferentes níveis tróficos ao longo do ano, e o mais vantajoso energeticamente é quando elas se alimentam dos cocolitoforídeos.
IV. Uma pirâmide de energia representando a cadeia alimentar descrita pelo texto terá a base maior e o ápice menor, durante todo o ano.

Está(ão) correta(s) apenas:
a) I
b) I e IV
c) II e III
d) I, II e III
e) II, III e IV

10. (UERJ) Sabe-se que cerca de 10% da energia e da matéria disponíveis em organismos pertencentes a um determinado nível trófico são transferidos para os seres que ocupam o nível trófico imediatamente superior.
Admita que uma área eficientemente cultivada produza cereais em quantidade suficiente para alimentar cem pessoas durante um ano.
O número de pessoas alimentadas pela carne de todo o gado que pudesse ser criado nessa área, também em condições ideais e no mesmo período, seria aproximadamente de:

a) 100
b) 101
c) 102
d) 103

11. (UNIFESP) A figura esquematiza o fluxo de energia através de um ecossistema. Esse fluxo é mediado por processos fisiológicos nos organismos. Os retângulos representam grupos de organismos e as flechas, o fluxo de energia.

Assinale a alternativa que correlaciona corretamente os fluxos aos processos ocorrentes nos organismos e representados por X, Y e Z.
a) X: excreção; Y: respiração; Z: digestão.
b) X: respiração; Y: digestão; Z: excreção.
c) X: respiração; Y: excreção; Z: digestão.
d) X: excreção; Y: digestão; Z: respiração.
e) X: digestão; Y: respiração; Z: excreção.

12. Em certas áreas do Nordeste brasileiro, é cultivado um tipo de cacto que produz frutos conhecidos por figos-da-índia. Além de essa planta servir de alimento para o gado, seus frutos são consumidos pelo homem. Durante muito tempo, esse cacto foi bastante atacado por cochonilhas, pequenos insetos que proliferaram rapidamente nas áreas de plantio. Para controlar a população de cochonilhas, pesquisadores introduziram, nas áreas em questão, populações de pequenos coleópteros, as joaninhas. Esse procedimento levou a uma diminuição drástica nas populações de cochonilhas, garantindo uma plantação sadia, sem provocar danos à saúde do gado e do homem.

Com relação ao papel dos organismos citados, pode-se afirmar que

a) a joaninha e a cochonilha são consumidores secundários.
b) o cacto serve de alimento para a cochonilha e para a joaninha.
c) a cochonilha é predada pela joaninha.
d) o homem e o gado são consumidores secundários.
e) a joaninha e o gado ocupam o mesmo nível trófico.

13. (UDESC) Analise as proposições abaixo, a respeito da energia nos ecossistemas.

I. Organismos fotossintetizantes (como algas e plantas) são capazes de capturar a energia luminosa do Sol e convertê-la em energia química, que fica armazenada nas moléculas das substâncias orgânicas. Este processo é chamado de fotossíntese.
II. Em uma cadeia alimentar, a quantidade de energia de um nível trófico é sempre maior que a energia que pode ser transferida ao nível seguinte, uma vez que todos os seres vivos consomem parte da energia do alimento para a manutenção de sua própria vida.
III. A transferência de energia na cadeia alimentar é unidirecional; tem início nos organismos produtores, passa para os consumidores e finaliza com os organismos decompositores.
IV. Os consumidores primários obtêm a energia necessária à sua sobrevivência alimentando-se diretamente dos organismos fotossintetizantes.
V. Os organismos decompositores obtêm a energia necessária à sua sobrevivência através da decomposição da matéria orgânica morta.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras.
b) Somente as afirmativas III e IV são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas II, III e V são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas I, II e V são verdadeiras.
e) Todas as afirmativas são verdadeiras.

14. (UFJF) O Gambá é um mamífero comumente encontrado na Floresta Atlântica e é facilmente observado perambulando pelas estradas e ruas durante a noite, já que seus hábitos são noturnos. Vive solitário e alimenta-se de raízes, frutas, insetos, anfíbios, lagartos, serpentes e aves.
(http://www.ambientebrasil.com.br, acessado em 21/01/2009, adaptado).

Considerando que as raízes e frutas são produtores, insetos são consumidores primários, anfíbios e lagartos são consumidores secundários e serpentes e aves são consumidores terciários, é correto afirmar que:

a) O gambá é um animal onívoro.
b) O gambá está no mesmo nível trófico dos demais consumidores.
c) O gambá é um consumidor quaternário.
d) O gambá está no primeiro nível trófico.
e) O gambá ocupa o mesmo nicho dos demais animais.

15. (OBB adaptada) Como um exército extremamente organizado, ʺos gafanhotos vão descendo sobre a lavoura em ordem de chegada. Quando os primeiros raparam a vegetação, levantam voo sobre os que estão comendo e descem novamente mais à frenteʺ.
Ao analisarmos tecnicamente a ação do gafanhoto sobre os ecossistemas em geral, sejam eles naturais ou agrícolas, apenas como uma das peças de um organizado esquema de relações alimentares, percebemos que ele:

a) pode ocupar sempre dois diferentes NÍVEIS TRÓFICOS;
b) pode se comportar sempre como CONSUMIDOR PRIMÁRIO ou SECUNDÁRIO;
c) ocupa sempre o 2º NÍVEL TRÓFICO;
d) comporta‐se sempre como CONSUMIDOR SECUNDÁRIO;
e) pode atuar como DECOMPOSITOR em casos especiais.

16. (UFPB) As figuras I e II representam duas pirâmides de um mesmo ecossistema. A pirâmide I é de biomassa (gramas/m2) e a II, de energia (calorias/m2/dia).

Considerando as figuras, identifique com V a(s) afirmativa(s) verdadeira(s) e com F, a(s) falsa(s):

(  ) O fluxo de energia, na pirâmide II, diminui de A para C.
(  ) O nível trófico A caracteriza-se por apresentar organismos que se reproduzem rapidamente.
(  ) A produção primária líquida, na pirâmide II, independe da respiração.
(  ) As pirâmides I e II podem representar os níveis tróficos de um ecossistema de mar aberto.
(  ) Os organismos do nível trófico A caracterizam-se por armazenarem muita energia em seus tecidos.

A sequência correta é:

a) VFFVF         b) FFVFV         c) VVFVF
d) FVFVV         e) VFVFV

17. (ENEM) O menor tamanduá do mundo é solitário e tem hábitos noturnos, passa o dia repousando, geralmente em um emaranhado de cipós, com o corpo curvado de tal maneira que forma uma bola. Quando em atividade, se locomove vagarosamente e emite som semelhante a um assobio. A cada gestação, gera um único filhote. A cria é deixada em uma árvore à noite e é amamentada pela mãe até que tenha idade para procurar alimento. As fêmeas adultas têm territórios grandes e o território de um macho inclui o de várias fêmeas, o que significa que ele tem sempre diversas pretendentes à disposição para namorar!
(Ciência Hoje das Crianças, ano 19, n. 174, nov. 2006- Adaptado)

Essa descrição sobre o tamanduá diz respeito ao seu

a) habitat.
b) biótipo.
c) nível trófico.
d) nicho ecológico.
e) potencial biótico.

 18. (UFMG) Analise os gráficos abaixo, em que está representado o efeito da pastagem de uma população herbívora que se alimenta, preferentemente, de gramíneas sobre uma comunidade vegetal:

Considerando-se as informações contidas nesses gráficos e outros conhecimentos sobre o assunto, é correto afirmar que a pastagem faz diminuir

a) os recursos disponíveis para outros herbívoros.
b) a competição entre gramíneas e ervas.
c) a diversidade dessas espécies vegetais.
d) a produtividade das ervas.

19. (UNESP) João e Antônio apresentaram-se como voluntários para o experimento de um nutricionista. João, depois de passar um dia em jejum, foi alimentado com 500 g de milho cozido. Antônio, também depois de jejuar, foi alimentado com 500 g da carne de um frango que cresceu alimentado apenas com milho. Com relação à transferência de energia ao longo da cadeia alimentar, pode-se dizer que, no experimento,

a) a quantidade de energia obtida por Antônio foi igual àquela necessária para a formação de 500 g de carne de frango.
b) a quantidade de energia obtida por João foi igual àquela necessária para a formação de 500 g de milho.
c) João e Antônio receberam a mesma quantidade de energia, igual àquela necessária para a formação de 500 g de milho.
d) João e Antônio receberam mais energia que aquela necessária para a formação de 500 g de milho.
e) João e Antônio receberam menos energia que aquela necessária para a formação de 500 g de milho.

20. (PUC-RS) Para responder esta questão, considere a figura abaixo, a qual representa parte dos organismos que constituem uma comunidade e as inter-relações existentes.

Qual das possibilidades apresentadas abaixo possui um efeito mais provável na promoção do aumento na população de graxains?

a) A redução da população de corujas.
b) O aumento da população de gaviões.
c) O aumento da população de onças.
d) A redução da vegetação.
e) A redução da população de pássaros.

Gabarito:
1.B/ 2.C/ 3.E/ 4.D/ 5.B/ 6.FVVVFF/ 7.D/ 8.FFVVF/ 9.E/ 10.B/ 11.B/ 12.C/ 13.E/ 14.A/ 15.C/ 16.C/ 17.D/ 18.B/ 19.E/ 20.A

8 comentários:

  1. Na questão 16 "Os organismos do nível trófico A caracterizam-se por armazenarem muita energia em seus tecidos".
    pq esta afirmação está incorreta?

    ResponderExcluir
  2. Porque o item trata de uma cadeia alimentar marinha. Nesse caso, os principais produtores são algas fitoplanctônicas, organismos que não possuem tecidos.

    ResponderExcluir
  3. Professor Job
    Sou seu aluno do Motiva e quando estava fazendo a lista, fiquei com dúvida do gabarito das questões 9 e 14
    o senhor pode me esclarecer ? Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre a questão 09 é importante entender que quanto maior o nível trófico da cadeia alimentar, menor o teor de energia disponível, devido às perdas durante o metabolismo, nas excretas, fezes e o que se perdeu como calor.Sobre a 14 é importante saber que o animal onívoro é aquele que se alimenta tanto de materiais originados de plantas quanto os que derivam de animais.

      Excluir
  4. Respostas
    1. Fiquei com duvida também nessa questão. Não entendi o por que a redução da população de corujas promoveria o aumento da população de graxains! Partindo do ponto que essa população teria outra espécie que compete pelo mesmo alimento, que é o gavião real...Embora as demais alternativas não esteja correta..

      Excluir
    2. Mas diminui o número de competidores. Por isso, favorece a população de graxains.

      Excluir
  5. As corujas competem com os graxains na predação da lebre e do pássaro. Portanto, a redução do competidor irá favorecer a população de graxains

    ResponderExcluir